9/19/2014

Sinal claro de que estamos a ficar completamente xexés




Ontem deitei-me por volta da uma da manhã. O ritual foi o mesmo de todos os dias: adormecida a bebé, é usufruir dos minutos possíveis a ler "Lolita" no iPad (com o brilho no mínimo para não fazer muita claridade).
Quando começo a trocar as letras das palavras, fecho o iPad e durmo.

Acordo com a sensação de ter dormido bem. Às vezes acordo com a sensação de ter sido espancada de noite, mas hoje pensei: " Que noite bem dormida! Sinto que dormi 8 horas de seguida, que sensação de frescura e vitalidade!". Nisto, sigo com os procedimentos habituais e vou tomar duche.

Estava já com o cabelo enfeitado com um lindo turbante de espuma, perdida nos meus pensamentos matinais, quando oiço uma voz masculina, do outro lado da cortina de duche:"Mas tu estás sonâmbula ou quê?!"
Mentalmente dou um gigante salto de susto (mania de certas pessoas se movimentarem em completo silêncio!) e começo a imaginar se estarei realmente a dormir e, pior que tudo, o que poderei ter feito durante o meu estado adormecido. Um incêndio, uma inundação, um passeio pela rua em trajes menores? Sim, porque isto de estar a dormir pode dar para tudo, mesmo para as coisas mais escandalosas e estúpidas. Muito medo!

"O que é que eu fiz?" pergunto receosamente.

"São 3 da manhã." diz ele.
"Começo a ficar verdadeiramente assustado." E vai-se deitar outra vez.

Bem... Já que estava com a mão na massa (leia-se com o corpito de molho), acabei o banho e fui dormir outra vez.
Claro que fiquei com um penteado magnificamente volumoso pela manhã.

Moral da história: Meses de noites mal dormidas têm, de facto, consequências psicológicas que não devem ser negligenciadas.

1 comentários:

Cabanas disse...

lol...bem sei o significado destas histórias...mas um dia sabe super bem contá-las aos filhos...